PENSANDO ALTO

29 abr

A-vida-começa-todos-os-dias

Há dias que penso que deveria voltar aqui… hoje resolvi fazer.

Ando parando de postar pensamentos, de ‘falar’ escrevendo, mesmo que nas entrelinhas, porque nem sempre é possível transmitir exatamente aquilo que estava fluindo na mente. Mas, as vezes, tenho vontade de gritar para o mundo o que instala ali e aqui nos debates íntimos com o sossego. Sossego!?, isso existe?

Assim como o Brasil vem se mostrando inconformado com o que há, na vida, de quanto em quanto, também passamos por isso. Eu pelo menos.

Como aprendi a  crer, nunca perco a esperança de que o dia de amanhã será melhor. E como sempre dizem, ‘nada como o tempo!’.

Acredito, que entre todas as pessoas que permeiam nossos ciclos, nas mais diferentes áreas – amor, amizade, família, trabalho, estudo, etc-, mesmo com ideologias, estilos, objetivos diversos, exista muita gente do bem, disposta a fazer o bem. Daquelas que aprenderam os bons princípios, os bons valores. Que aprenderam a RESPEITAR O PRÓXIMO.

Não falo só da educação básica, como o ‘obrigada’, o ‘por favor’, mas da gentileza, da cordialidade, da camaradagem. Do limite da liberdade com o resguardo do bom senso. Não estamos sozinhos no mundo.

Vejo, em mim mesma, e naqueles em que me é oportunizado o convívio (não em todos,  ressalvo!), a necessidade de resgatar antigos valores. Aqueles ensinamentos e ‘chatices’ que nossos velhos avós viviam a repetir, como a bula de um remédio que prescreve não só indicações como restrições e consequências. Naquela época incomodava, mas hoje, cada dia mais, se faz necessário.

Falo do básico. De respeito, fraternidade, humildade, lealdade, honestidade. Vejo pessoas desprovidas desses princípios, desses valores. Gente que não está nem aí para gente. Para nada. Uma verdadeira selva de desrespeito, de ausência de educação, de falta de caráter. O que estamos vivendo atualmente, me parece ser um verdadeiro ‘Show de Horrores’. É assustador.

E nesse turbilhão de novas informações e condutas, pautadas nos vexames políticos, nas músicas que desvirtuam o certo e o errado em coreografias seguidas a deriva por multidões e nas letras que ecoam nas bocas de milhares espelhando não só estilos como comportamentos sociais, nos desrespeitos nos relacionamentos onde as traições parecem cada vez mais normais, na escassez de comprometimento para com a seriedade da execução de trabalhos e cumprimento de regras desafiadas muitas vezes pelas promoções pessoais ou possibilidades de vantagens instantâneas mesmo que ilegais, na falta de zelo pela licitude, na ausência de importância com o coletivo, com as coisas do próximo, com as coisas de todos, o que serão das crianças? O que vão ter como fundamentos para se guiarem? Quais os exemplos para se inspirarem, se orgulharem e seguirem?

E penso o que eu mesma ando fazendo por isso. Desde levar o papel de bala ao lixo, dar bom dia para o porteiro, estender a mão para a senhora idosa que atravessa a rua, até o não achar normal o seu amigo que tem namorada ‘pegar’ outra na balada para curtir. Tudo vai passando rápido demais, e enclausurados na nossa rotina diária deixamos de perceber as pequenas coisas, e tudo passa a ser normal. Mas não pode ser assim.

É preciso retomar os velhos hábitos de boa conduta e de convivência. Lembrar que é crime roubar, e antes de tudo que isso é muito feio sim, como ensinariam nossos pais há décadas passadas. Que traições não são legais, e não devem ser tratadas como normais. Nem nas relações íntimas, nem nas amizades, nem mesmo no ambiente de trabalho. Que tratar mal o próximo é falta de respeito. Que crime é crime sempre! Que ter má conduta é coisa de gente mal educada, em quem não devemos nos espelhar. Que mesmo que não existam príncipes encantados, nem cinderelas perfeitas, existe muita gente boa por aí, de quem podemos nos orgulhar, e a quem devemos ter como exemplos.

Não é possível que o certo, o direito,o justo, tenha perdido seus parâmetros e juntamente com o bom senso se afogado na falta de caráter, no distúrbio de conduta de tantos.Espero que a conotação ‘LADRÃO’ se renove tão feia quanto o seu significado sempre foi quando dos primórdios de nossas infâncias. Que cause mais indignação e revolta, ou simplesmente não aceitação. Não é crível que tudo que aprendemos, e até a bíblia pregava, sobre o ‘não roubar’, ‘não matarás’, ‘não trairás’, se esvaiu pelos ares.

Acredito nas pessoas. Acredito que as coisas terão que sofrer um choque para que aqueles princípios, da maioria de nossos antecedentes, tome sua devida posição. Retome as nossas mentes, e principalmente, aos nossos corações. Eu rezo por deias melhores, por pessoas melhores, por gente de caráter. Acredito.

Há sempre um jeito correto de fazer, de resolver. A melhor maneira. Depende sempre de nós escolher o caminho. E ele pode sim, ser digno.

Hoje termino assim, com um pensamento longo, espero não monótono. No próximo, quero falar da Lagoa da Harmonia. Estive lá no último domingo, e adorei. Bjs, até.

Anúncios

A CARA DO VERÃO

24 nov

Não sei para vocês, mas para mim é assim. Vem chegando o calor, vem aquela vontade de comer coisas mais leves.

Na domingueira de escaldante por aqui, a pedida foi um saladão com atum. Adoro saladas, porque além de práticas (depois que outro alguém já lavou todas as folhas, kkk), é uma ótima opção para misturar quase tudo que se encontra na geladeira.

Desta vez, como não tinham carnes que tivessem sobrevivido ao almoço, optei pelo atum mesmo,por ser mais prático e rápido. Catei o que tinha disponível.

IMG_0948[1]

Fui rasgando alfaces e rúculas, e intercalando em camadas com pepinos picados, tomates, cebolas (devidamente escaldadas com água fervendo para perder aquela ardência, e açúcar para manter a crocância), aipo e atum.

IMG_0951[1]IMG_0952[1]IMG_0953[1]IMG_0954[1]

De camadas em camadas, fui estruturando o prato que não tem erro. É tacar tudo dentro e pronto. Fica uma delícia. 🙂

A incrementação ficou por conta das lascas de parmesão e dos pedaços de nozes.

IMG_0955[1]

Simples né? E delicioso. É fazer e saborear.

Boa noite, e que seja uma abençoada semana.

Falamos.

Será que ela está a fim?!

17 nov

Nada como começar uma segunda relembrando as boas do findi que se foi.

Na terrinha, foi tempos de Enart, de rever amigos queridos, de dar risadas, trocar ideias e aproveitar. Como sempre, também, pensar.

O bom de papear é que sempre ouvimos coisa ou outra que não sabemos.

No sábado, foi a vez de ouvir de um amigo como eles analisam as mulheres que estão a fim. Já sabe? Talvez eu esteja atrasada, mas achei engraçado, e até estratégico demais, o jeito com que eles nos analisam… ou melhor, com que analisam as ‘presas’ da vez.

Enquanto estamos ali, interessadas, ou encantadas, eles, ou alguns deles pelo menos, estão fazendo um raio xis do desejo.

Dizem que a mulherada quando está perto de um homem que a interessa, passa as mãos nos cabelos jogando-os para trás, os afastando do rosto. E esse é um dos maiores indicativos. Ainda mais se fizer de forma repetida.

Mas há um detalhe. Se ela passar a mãos nos cabelos puxando-os para frente, cobrindo parte da face, é porque está sem jeito, ou constrangida. Provável que não esteja na pilha.

Viram só? De todo o jeito, damos a dica. Se afastar ou prosseguir. E a coisa só progride.

 

Os lábios são outro indicativo aos homens. Quando umidecemos a parte inferior do lábio suavemente, é porque, segundo ele, queremos, estamos a fim. E se mordemos levemente a parte inferior, indicamos que estamos muito a fim.

E ai, fazemos isso? Fiquei com aquela sensação de babaca sabe? Puxa. A gente se entrega sem saber e sem querer. Não? Na próxima vez que sair, observe algumas meninas  por ai. Aposto que vai se surpreender como os gestos nos comprometem. Afe… agora cuidar até isso. Nein nein…

O olhar, ah o olhar. Item item imensamente sedutor e revelativo. Na minha opinião, arrebatador. mas também uma arma que eles tiram proveito.

Aquele olhar profundo, certeiro, é também ato que demostra a queda feminina. E se aliado ao ato de arcar a sobrancelha em uns 90º, ai sim, formam uma dupla perfeita. Nos entregam mesmo. Sentença: ‘está querendo muito!’.

O sorriso, lado a lado, largo e farto, culmina com a ideia de desejo, e, conforme diz, estamos entregues. Presas prontas, e fáceis.

Pernas direcionadas, bolsas próximas, bumbuns inclinados, também fazem parte dos atos que nos revelam. Basicamente tudo que fazemos é um indicativo do que estamos pensando, do que estamos querendo.

Acha que sai na balada descompromissada? De boa? que nada!

Sem que percebamos eles estão nos analisando. Se estão interessados? Com certeza. Não entendi ainda se em qualquer presa, ou presa específica. Mas fato é que nenhum ato passa impune. Nada passa desapercebido.

Então, mais que caprichar no visual, naquele decote, e no ziriguidum, está na hora da mulherada ficar esperta, revelar só o que interessa, e passar a analisar eles, ao invés de cairmos na análise.

Lembre-se que por trás daquele papo fofo, sempre pode ter uma estratégia certeira, que não dá ponto sem nó. E nós, muitas vezes carentes, ou doces criaturas que somos, caímos na lábia. E essa lábia pode não passar daquele mero instante, daquele noite.

Advertência lançada. Agora, cuidar para sensualizar sem se entregar.

Beijo muchachos. Uma ótima semana. Falamos.

 

Arrivederte Oktoberfest

20 out

Acaba mais uma festa da alegria na cidadezinha. Nas ruas ainda o aroma do chope e as cores da decoração que nos remetem a felicidade, aos bons momentos que nos foram novamente proporcionados. Pelo lado de dentro, atrás dos portões dos foliões, todo um grupo de centenas de pessoas que correram dia e noite para que as coisas saíssem bem. Para que todos nós outros pudéssemos erguer os canecos tantas vezes quanto desse vontade, e dançar ao som da bandinhas, dos grupos musicais, das bandas nacionais, dos DJs, e tudo e tanto mais. Da música aos olhos, encantados com tantos eventos e aparições. As paradas e desfiles internos no parque, os desfiles temáticos, os mini cortejos que desfilaram por várias vezes nas ruas da cidade, encheram  a alma de alegria e com certeza encantaram adultos e crianças. As rainhas, e todos súditos, exalavam amor e carinho. A festança bombou. Nem a chuva espantou quem queria se divertir.  Lonão, shows, central, Brahma Haus, não tinha o que não lotou. Todo mundo cantando, dançando e festejando. Há quem reclame, mas eu digo que presenciei e vivi uma das mais animadas Oktoberfests dos últimos anos, e repito, nada seria possível sem o empenho daqueles que ficam nos bastidores. Tenho orgulho de vocês, de nossa festa, e da positividade dos que não deixam a peteca cair. A 30ª Oktobefest de Santa Cruz do Sul foi um espetáculo, um show de diversidade, de cultura, de alegria. Obrigada! E a todos vocês Parabéns! Para entender um pouco do que falo, curte umas imagens. Fico por aqui. E que venha a 31ª, eu vou estar por lá. Vamos?!

*Foto divulgação 30ª Oktoberfest Santa Cruz do Sul

*Foto divulgação 30ª Oktoberfest Santa Cruz do Sul

_EL_0683

Bom d+. Até…

Alegria tem as cores preto, vermelho e amarelo

13 out

Pelas ruas de Santa Cruz do Sul banners e decorações fazem vibrar as cores da bandeira alemã. Está ocorrendo a festa da alegria, a 30ª Oktoberfest.

Diferentemente de Blumenau, em Santa Catarina, além do chope, por aqui se valoriza a cultura, as tradições de nossos antecedentes. Um misto de história, respeito e de celebração e festa. E com muita, muita alegria.

A cada ano se vislumbram novas atrações e melhorias. E digo que dos últimos anos, em termos de organização e integração com o pública, essa, a 30ª Oktoberfest de Santa Cruz do Sul, deve ser considerada a melhor.

As rondas folclóricas que atravessam o centro da cidade, por vezes distribuindo chope, por vezes trazendo música e dança ou a elegância das soberanas, estendendo a festa a quem ainda não ingressou portões adentro, fazem sorrir os visitantes e os cidadãos da terrinha. Todos, sem dúvida, encantados com a alegria e a cordialidade de nossa cidade.

Neste primeiro final de semana, os shows marcaram a festa. Milhares de pessoas se fizeram presentes nos shows de Nando Reis na sexta-feira, e de Cristiano Araújo no sábado. Este último então, lotou. As produtoras e a comissão organizadora, estão de parabéns. Um espetáculo!

Papas da Língua, Gabriel Farias, Marcel Knak, Dj Mosquito, e uma galera de artistas nacionais e locais, se revezaram no palco do Brahma Haus.

Com certeza essa é uma das melhores dos últimos tempos. Vai até o próximo domingo, dia 19 de outubro.

Vem com a gente celebrar a alegria. Ninguém pode perder!

Confere:

http://www.oktoberfestsantacruz.com.br/

https://www.facebook.com/oktoberfestsantacruz

 

Oktoberfest em Santa Cruz do Sul, RS (Foto: Divulgação/Oktoberfest)

*Foto: Divulgação/Oktoberfest

10349147_700609486674722_9175357123743388196_n

*Foto: Divulgação/Oktoberfest

10441415_905524486125854_789597133819952061_n

*Foto: Divulgação/Oktoberfest

10501816_700664110002593_3506259634654470456_n

*Foto: Divulgação/Oktoberfest

10609593_701222239946780_2913936581793864398_n

*Foto: Divulgação/Oktoberfest

A meta dos últimos dias: ORGANIZAR + FAXINAR

22 set

Nesses dias de setembro, tenho praticado o desapego. Na verdade podia chamar de ‘vergonha na cara!’. Talvez a minha mãe concorde com isso, kkkk.

De cabo a rabo, ou melhor de canto em canto (e afirmo: todo cantinho mesmo, sem perdão!), venho passando o rodo, o desapego, e aplicando a varredura. Limpeza e organização para energias melhores. Amém!

Desde roupas dos tempos das baladas de 15 a 16 anos, até coleções de papéis de carta, tem tomado rumo a outro destino, mais produtivo e útil, onde realmente vão fazer jus a sua existência e não serão mais uma ‘coisa’ no meio de um tumultuado ‘guardar’.

Claro que mãe e amigas tem dado aquela mão, nem que seja para um empurrãozinho a mais. E vale muito. Família e amigos, são ou não são tudo de bom? Imprescindíveis, eu diria.

 

Uma das minhas maiores dificuldades é me desvincular. Crio um carinho por tudo. E quando me lembram infância,  ou são peças de roupas de marcas boas, sempre complica mais.

Aquela máxima de quanto mais tranqueiras temos, mais difícil e demorada se torna a faxina, tem me ajudado a desenvolver mais aquele lado de doar. Mas como tudo, o primeiro ponta pé é sempre mais complicado e doloroso, depois, vai entrando no ritmo, e a coisa flui. Por graças!

Fora as coisas de fundamento, como podemos arrecadar tanto lixo? Literalmente lixo. Senhor, sem noção a quantidade de coisas sem função alguma que ‘guardei’ durante tempos. Queria mostrar para vocês o tantinho de lixo que foi embora das minhas gavetas, armários e estantes. Tudo estava devidamente bem guardado, escondidinho. Até clareou o ambiente, e isso que nem cheguei ao final.

 

Bueno, antes de ‘guardar’ tanta tralha novamente, juro que vou me livrar delas logo para não ter que fazer isso depois, kkkk 😉

A meta é tirar tudinho do lugar, e desopilar todo e qualquer espaço. Tralha aqui, não mais! Outro problema está sendo não desordenar ainda mais a bagunça. Focar na organização, e ir ajeitando as coisas nos seus devidos lugares, já limpos e ajeitados.

Caixas tem sido essências para organizar documentos, papéis diversos, lembranças, cosméticos em geral, produtos de limpeza, calçados e acessórios, e ainda, tem dado um ‘Q’ de decoração aos ambientes. Transitam do quarto a lavanderia, sem qualquer problema. O ‘must have’ da vez!

 

Mandei fazer sob medida para acessórios (na Sul Box Embalagens de Santa Cruz do Dul/RS), e eliminei muitas caixinhas pequenas. Ficou super  prático além de deixar as prateleiras muito mais clean e bonitas. Outra hora tiro uma foto.

A internet nos possibilita muitas referências e ideias. Posto algumas para inspirar.

Por hoje vou ficando por aqui.

Desejo uma ótima semana e fica a lição que estou tirando: ‘Viver com menos!’.  Boa semana. Até.

 

tumblr_m5d5fqoyai1qmqgfdo1_400_large 0,,46158669-EXH,00

Fonte: https://www.google.com.br/search?newwindow=1&biw=1366&bih=666&tbm=isch&sa=1&q=caixas+para+organizar+a+sua+casa&oq=caixas+para+organizar+a+sua+casa&gs_l=img.3...51368.52694.0.52803.11.7.0.0.0.0.0.0..0.0....0...1c.1.53.img..11.0.0.4yehQsIcul0#facrc=_&imgdii=RFeK9lW22plAjM%3A%3BfwWeOIVzy0WuCM%3BRFeK9lW22plAjM%3A&imgrc=RFeK9lW22plAjM%253A%3BZZ1lMSvIrDuGXM%3Bhttp%253A%252F%252Fwww.craftynest.com%252Fwp-content%252Fuploads%252F2012%252F10%252Fsquare.jpg%3Bhttp%253A%252F%252Fmantostore.blogspot.com%252F2013%252F05%252Forganizando-sua-vida-em-caixas.html%3B900%3B600

Fonte: https://www.google.com.br/search?newwindow=1&biw=1366&bih=666&tbm=isch&sa=1&q=caixas+para+organizar+a+sua+casa&oq=caixas+para+organizar+a+sua+casa&gs_l=img.3...51368.52694.0.52803.11.7.0.0.0.0.0.0..0.0....0...1c.1.53.img..11.0.0.4yehQsIcul0#facrc=_&imgdii=RFeK9lW22plAjM%3A%3Ba1MM_KLT0g8WcM%3BRFeK9lW22plAjM%3A&imgrc=RFeK9lW22plAjM%253A%3BZZ1lMSvIrDuGXM%3Bhttp%253A%252F%252Fwww.craftynest.com%252Fwp-content%252Fuploads%252F2012%252F10%252Fsquare.jpg%3Bhttp%253A%252F%252Fmantostore.blogspot.com%252F2013%252F05%252Forganizando-sua-vida-em-caixas.html%3B900%3B600

https://www.google.com.br/search?newwindow=1&biw=1366&bih=666&tbm=isch&sa=1&q=caixas+para+organizar+a+sua+casa&oq=caixas+para+organizar+a+sua+casa&gs_l=img.3...51368.52694.0.52803.11.7.0.0.0.0.0.0..0.0....0...1c.1.53.img..11.0.0.4yehQsIcul0#facrc=_&imgdii=_&imgrc=2tUPENQHsbmxeM%253A%3BWsl0q7rFeqfvAM%3Bhttp%253A%252F%252F1.bp.blogspot.com%252F-VxWrJ5EJvpU%252FUfAJqxQwjMI%252FAAAAAAAANxI%252FfCJhH7Un-VM%252Fs1600%252F545525.jpg%3Bhttp%253A%252F%252Frenataortiz-interiordesign.blogspot.com%252F2013%252F07%252F10-dicas-para-voce-organizar-sua-casa.html%3B475%3B475

 

 

Over the Knee, a bota fetiche da estação

15 maio
over the knee boots 4 Moda   As over the knee boots estão de volta
Tendência outono/inverno, a Bota Over the Knee ou acima do joelho, pode ser chamada também de Bootleggers. Essas tentações invadiram as coleções dos grandes estilistas, e são regra em todas as marcas de calçados que se prese.
Assim como os bodies, essas botas estão classificadas nas minhas inviabilidades de uso momentâneo, hehehe. Aqui, pela perna grossa, e pior, a canela maior ainda, o que me impede de vestir a maioria das botas. Mas, mesmo assim, não deixo de admirá-las e de invejar quem pode se esbaldar usando elas.
São femininas, sexies, sedutoras. Irresistíveis, não? Fala verdade: você nunca teve vontade de usar uma dessas?
A quem interessar, já ‘morri’ de vontade. Mas como eu disse, fiquei de fora. Aff…
Quando o friozinho vem pedindo passagem, vai inspirando nossos looks e as produções ficam mais elaboradas. E o inverno tem seu glamour, não é vero? O bom das Over the Knee, é que elas combinam com muitas tendências atuais. Quase todas, eu arriscaria.

Se formos pelas regras gerais, o modelo só deveria ser usado por mulheres altas, magras e de pernas finas (meu oposto, hehehe). Mas, como toda regra, é claro, tem suas exceções. A dica é usar o espelho como seu amigo, e se grudar no bom senso. 😉

Mas preste atenção também, para o fato de que se usadas no mesmo tom do look, podem alongar visualmente a silhueta. Viu só?, sempre há uma luz.

As botas sobre o joelho, combinam com quase todos os estilos, e podem ser usadas sobre calças, com vestidos, shorts ou saias. Caem bem com casacos, tricôs, golas, lenços, cachecóis, chapéus e boinas. Ajudam a aquecer e dão um ‘tchã’ no visual. 

over the knee boots 1 Moda   As over the knee boots estão de volta


over the knee boots 2 Moda   As over the knee boots estão de volta
over the knee boots 3 Moda   As over the knee boots estão de volta
over the knee boots 6 Moda   As over the knee boots estão de volta
over the knee boots 5 Moda   As over the knee boots estão de voltaover the knee boots 7 Moda   As over the knee boots estão de voltaover the knee boots 8 Moda   As over the knee boots estão de volta

bota-over-the-knee-aprenda-a-usar2 

Se a opção da vez for usá-la com vestido, prefira modelos mais soltinhos. Os mais justos, podem carregar o visual e dar um ar vulgar. Com calças, ao contrário. Os modelos mais justinhos, ficam melhor. E, querendo dar um efeito mais alongado, combine a cor da bota com a cor da calça. Na combinação com saias, cuide um pouco com o comprimento, dando preferência para as um pouco acima do  joelho.

bota-over-the-knee-aprenda-a-usar3

bota-over-the-knee-aprenda-a-usar4

Elas estão por todos os lados, desfilando nas pernas mais fashions, nos locais mais badalados. Prometem ser o hit da estação.

E aí, se empolgou? Dou a maior força. Vista e deslumbre.

Bjs muchachas, see You.

 

______________________________________________________________________________________________

CRÉDITOS